Skip navigation

Tag Archives: Stan Getz

Eu nunca sonhei com você (Nunca soñé contigo)

Nunca fui ao cinema (Nunca fui al cine)

Não gosto de samba (No me gusta la samba)

Não vou a Ipanema (No voy a Ipanema)

Não gosto de chuva (No me gusta la lluvia)

Nem gosto de sol (No me gusta el sol)

Eu nunca te telefonei (Nunca te he telefoneado)

Para que se eu sabia (¿Para qué si ya lo sabía?)

Eu jamais tentei (Jamás intenté)

E jamais ousaria (Y jamás osaría)

As bobagems de amor (Las bobadas de amor)

Que outro vai te dizer (Que otro te va a decir)

Sair com você de mãos dadas (Salir contigo de la mano)

Na tarde serena (En la tarde serena)

Um chope gelado (Una caña helada)

Num bar de Ipanema (En un bar de Ipanema)

Andar pela praia até o Leblon (Andar por la playa hasta Leblon)

Eu nunca me apaixonei (Yo nunca me apasioné)

Eu jamais poderia (Jamás podría)

Casar com você (Casarme contigo)

Fatalmente eu iria (Desgraciadamente iría)

Sofrer tanta dor (A sufrir tanto dolor)

Pra no fim te perder (Para al final perderte)

Sair com você […]

Oh Lígia, Lígia. (Oh Lígia, Lígia.)

Haja que houver (Tendría que haber eso)
há sempre um homem (hay siempre un hombre)
para uma mulher (para una mujer)

E há de sempre haver (Siempre ha de haber)
para esquecer (para olvidar)
um falso amor (un falso amor)
e uma vontade (y unas ganas)
de morrer. (de morir.)

Seja como for (Sea como fuere)
há de vencer (ha de vencer)
o grande amor (el gran amor)
que há de ser (que ha de estar)
no coração (en el corazón)
como perdão (como perdido)
pra quem chorou (para quien lloró.)